:Eliminatórias voltam com estreias na Colômbia e no Chile; Argentina terá desfalques

Eliminatórias voltam com estreias na Colômbia e no Chile; Argentina terá desfalques - TV Na Rua CornelioDigital Eliminatórias voltam com estreias na Colômbia e no Chile; Argentina terá desfalques - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Eliminatórias voltam com estreias na Colômbia e no Chile; Argentina terá desfalques

Eliminatórias voltam com estreias na Colômbia e no Chile; Argentina terá desfalques

Entre lesionados e infectados com Covid-19, time de Messi tem sete baixas para pegar os chilenos, que não têm Vidal. Todas as quatro partidas têm transmissão do SporTV nesta quinta

INFOESPORTE

Depois de quase sete meses, as eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 voltam nesta quinta-feira com estreias, seleções desfalcadas, mas os principais craques do continente em campo. O SporTV transmite todas as partidas, e o ge acompanha em tempo real.

  • 17h Bolívia x Venezuela (SporTV 2)
  • 19h Uruguai x Paraguai (SporTV 3)
  • 21h Argentina x Chile (SporTV 2)
  • 23h Peru x Colômbia (SporTV 3)

Brasil x Equador completa a sétima rodada nesta sexta-feira, em Porto Alegre. É bom lembrar que as partidas da quinta e sexta rodadas seriam disputadas em março, mas foram adiadas devido às restrições de viagem por conta da pandemia na época. Elas devem ser recuperadas nos meses de setembro, outubro e novembro.

Vice-líder das eliminatórias, com 10 pontos, a Argentina recebe o Chile e tenta manter a invencibilidade. A Albiceleste vai fazer o seu primeiro jogo no novíssimo Estádio Único de Santiago Del Estero, que fica cerca de 1 mil quilômetros ao norte de Buenos Aires. A arena foi construída para a Copa América, que seria realizada no país.

O técnico Lionel Scaloni tem problemas. Entre lesionados e infectados por coronavírus, o treinador não conta com sete jogadores: o goleiro Armani, o zagueiro Otamendi, o lateral Montiel, e os atacantes Nico González, Alario, Correa e Agüero.

Sem Armani, Scaloni deve dar uma chance a Emiliano Martínez, destaque do Aston Villa na Premier League. Segundo o treinador, Emi teria oportunidade mesmo se o goleiro do River Plate tivesse condições. Cristiano Romero, zagueiro da Atalanta, deve aparecer no time também.

– É evidente o nível que ele está tendo agora (no Aston Villa) e ele é o que está melhor. Romero fez uma temporada muito boa na Atalanta e foi eleito o melhor zagueiro-central da Serie A. É o momento de ele mostrar. Ele tem toda a nossa confiança – comentou Scaloni.

O Chile terá a estreia do técnico Martín Lasarte nas eliminatórias. O uruguaio comandou La Roja apenas em um amistoso, contra a Bolívia, em março. Será sua primeira oportunidade com a seleção completa. Mas não tão completa assim. Os chilenos têm quatro pontos, na sexta posição.

Diagnosticado com coronavírus, Vidal está hospitalizado e ainda pode enfrentar uma investigação das autoridades sanitárias chilenas por furar a quarentena obrigatória para quem chega ao país vindo de territórios estrangeiros.

Argentina: Emiliano Martínez; Juan Foyth, Cristian Romero, Lucas Martínez Quarta e Nicolás Tagliafico; Leandro Paredes, Lucas Ocampos, Rodrigo De Paul; Lionel Messi, Ángel Di María e Lautaro Martínez.
Técnico: Lionel Scaloni

Chile: Claudio Bravo; Mauricio Isla, Francisco Sierralta, Guillermo Maripán e Eugenio Mena; Charles Aránguiz, Erick Pulgar, Pablo Galdames; Carlos Palacios, Eduardo Vargas e Alexis Sánchez
Técnico: Martín Lasarte

Sem Soteldo, Venezuela visita a Bolívia

Em La Paz, a Bolívia recebe a Venezuela e busca a sua primeira vitória. A equipe do técnico César Farias é a lanterna, com apenas um ponto após quatro rodadas. Os venezuelanos têm três pontos e aparecem em oitavo.

Ex-Santos, o meia-atacante Yeferson Soteldo é desfalque na Vinotinto. Ele permaneceu no Canadá, no Toronto FC, para se tratar de lesão. Outra importante baixa é o atacante Salomón Rondón, do CSKA, que também está machucado.

A partida deve contar com três jogadores que atuam no Brasil: Marcelo Moreno, do Cruzeiro, no lado boliviano, e Otero, do Corinthians, e Savarino, do Atlético-MG, na equipe venezuelana.

Bolivia: Carlos Lampe; Diego Bejarano, Adrián Jusino, Luis Haquín, Enrique Flores; Rodrigo Ramallo, Leonel Justiniano, Erwin Saavedra, Ramiro Vaca; Juan Carlos Arce, Marcelo Moreno.
Técnico: César Farías.

Venezuela: Wilker Faríñez; Alexander González, Rolf Feltscher, Roberto Rosales, Luis Mago; Junior Moreno, Cristian Cásseres, Rómulo Otero, Jefferson Savarino; Fernando Aristiguieta e Josef Martínez.
Técnico: José Peseiro

Uruguai recebe o Paraguai sem Cavani

Uruguai e Paraguai entram em campo nesta quinta, no estádio Centenário, com a mesma pontuação. Ambos têm seis pontos, mas os paraguaios ainda estão invictos. Com duas derrotas e duas vitórias, a Celeste, pela quarta vez nessas eliminatórias, não poderá ter a dupla Suárez e Cavani.

O atacante do Manchester United está suspenso pela expulsão diante do Brasil, na última rodada. A única vez que Óscar Tabárez pôde escalar seus dois principais jogadores foi contra a Colômbia, quando o Uruguai venceu por 3 a 0, na melhor atuação até aqui.

Suárez foi para o gol no treino da véspera do jogo

Além de Cavani, Darwin Núñez, do Benfica, e Stuani, do Girona, também estão fora, lesionados. O meia-atacante Giorgian de Arrascaeta, do Flamengo, foi diagnosticado com coronavírus.

Jonathan Rodríguez, destaque do campeão mexicano Cruz Azul, pode ser novidade no ataque uruguaio ao lado de Suárez.

  • Uruguai: Muslera; Martín Cáceres, Diego Godín, Sebastián Coates e Matías Viña; Giovanni González, Valverde, Matías Vecino, Bentancur; Suárez e Jonathan Rodríguez
    Técnico: Óscar Tabárez
  • Paraguai: Antony Silva; Robert Rojas, Balbuena, Gustavo Gómez e Omar Alderete; Mathías Villasanti, Ángel Cardozo Lucena, Gastón Giménez; Oscar Romero, Ángel Romero e Miguel Almirón
    Técnico: Eduardo Berizzo

Peru x Colômbia: Guerrero de volta, James fora

Em Lima, o Peru tenta se recuperar nas eliminatórias e recebe a Colômbia, que vai ter sua primeira partida sob o comando de Reinaldo Rueda. Os peruanos têm a volta de Paolo Guerrero, que não joga pela seleção desde novembro de 2019. Ele desfalcou a equipe durante 2020, quando estava lesionado.

O Peru é o penúltimo colocado, com apenas um ponto. A Colômbia está em sétimo, com quatro, e demitiu Carlos Queiroz depois de ser goleada por 6 a 1 pelo Equador na última rodada. Os Cafeteros não terão James Rodríguez, retirado da convocação após a comissão técnica de Rueda entender que o camisa 10 não teria condições de jogar.

O meia-atacante do Everton demonstrou sua insatisfação com o corte. O técnico colombiano, no entanto, garantiu que a decisão foi para preservar seu principal jogador, mesmo que ele não esteja disponível para a Copa América.

– Disse que preferia sacrifica-lo agora, por tudo que ele significa para a seleção, do que tê-lo com uma porcentagem que não é o grande potencial dele. Não podemos causar danos a James nem à seleção. A seleção requer James em sua plenitude, por isso disse a ele que ele virá quando esteja com 500% – declarou o ex-Flamengo Reinaldo Rueda.

  • Peru: Pedro Gallese; Luis Advíncula, Christian Ramos, Miguel Araujo, Luis Abram, Miguel Trauco; Yoshimar Yotún, Renato Tapia, Pedro Aquino; André Carrillo e Paolo Guerrero.
    Técnico: Ricardo Gareca.
  • Colômbia: David Ospina; Stefan Medina, Yerry Mina, Davinson Sánchez, William Tesillo; Juan Cuadrado, Wilmar Barrios, Mateus Uribe, Luis Díaz; Luis Muriel e Duván Zapata.
    Técnico: Reinaldo Rueda.

''

Visualizações 92
Fonte: 24 Horas
Por: Redao
Data: 03/06/2021 12h06min

Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014